Quem passou por aqui

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Rangidos

Os ossos de meu avô,
como os móveis de casa,
estalavam à noite,
profunda madrugada.

Quando batiam às seis,
rangiam novamente
para aquietarem-se
durante todo o dia.

Resta o silêncio deles
que já não rangem mais
na madrugada funda
de velhos móveis e ossos.

Luiz Augusto Rocha

Nenhum comentário: