Quem passou por aqui

sábado, 15 de dezembro de 2012

Poeminha sem sentido

Ando tão bobo,
que, quando paro,
me falta chão...

Luiz Augusto Rocha

Nenhum comentário: